quarta-feira, 29 de abril de 2009

VAMOS PASSAR UM DOMINGO DIFERENTE?

É UMA EXCURSÃO DIVERTIDA COM DIREITO A ÔNIBUS SEMILEITO WC, MÚSICA E DOIS SORTEIOS SURPRESA, AO PREÇO DE $ 35,00 (TRINTA E CINCO REAIS) COM SAIDA PARA O DIA 24/05/09 DOMINGO, PREVISTA PARA ÁS SETE E MEIA DA MANHÃ E A VOLTA PARA ÁS DIZESSETE HORAS. CHAME O SEU AMOR, OS AMIGOS, A FAMILIA, O VIZINHO, A VIZINHA CHAME A GALERA DO SEU TRABALHO OU MESMO DO SEU COLEGIO E VAMOS CURTIR A BELEZA NATURAL DA PRAIA DE CALHETAS.
CONTATO: SOLANGE LUNA
Studio Sol - Criando e Produzindo Qualidade Pra Você.
Fone Para Contato: (83)8701-6898 - (83) 9301-6202

terça-feira, 21 de abril de 2009

PARA REFLETIR

Certa vez um velho sábio disse ao seu aluno que, ao longo de sua vida, ele descobriu ter dentro de si DOIS CÃES :- um bravo e violento, e o outro manso, muito dócil.Diante daquela pequena história o aluno resolveu perguntar ao sábio - E qual é o mais forte? O sábio respondeu - o que eu alimentar. O mesmo se dará conosco na lida com os sofrimentos da vida. Dentro de nós haverá sempre um embate estabelecido entre problema e solução. vencerá aquele que nós decidirmos alimentar.
(Pe. Fábio de Melo - Livro: Quando o Sofrimento bater á sua porta)

sábado, 18 de abril de 2009

PRECISA DE VOZ PARA DIVULGAÇÃO? FALE COMIGO




Studio Sol - Criando e Produzindo Qualidade Pra Você.Fone Para Contato: (83)8701-6898 - (83) 9301-6202

quinta-feira, 9 de abril de 2009

VIDA ...

" Vida "

Por: Pe. Fábio de Melo

Pelas ruas da cidade, pessoas andam no vai e vem...
Não vêem o cair da tarde, dando os seus passos como reféns...
De uma vida sem saída, vida sem vida, mal ou bem...
Pelos bancos desses parques, ninguém se toca sem perceber...
Que onde o sol se esconde o horizonte tenta dizer...
Que há sempre um novo dia, a cada dia, em cada ser!
Não é preciso uma verdade nova, uma aventura, para encontrar nas luzes que se acendem um brilho eterno...
E dar as mãos e dar de se além do próprio gesto...
E descobrir feliz que o amor esconde outro universo!
Pelos becos, pelos bares, pelos lugares que ninguém vê...
Há sempre alguém querendo uma esperança, sobreviver...
Cada rosto é um espelho de um desejo de ser, de ter...
Não é preciso uma verdade nova, uma aventura, para encontrar nas luzes que se acendem um brilho eterno...
E dar as mãos e dar de se além do próprio gesto... E descobrir feliz que o amor esconde outro universo!
Cada rosto é um espelho de um desejo de ser, de ter...
Talvez, quem sabe, por essa cidade passe um anjo e por encanto abra suas asas sobre os homens...
E ter vontade de se dar aos outros sem medida a qualidade de poder viver a vida, vida, Vida Vida...

******* (¨-¨) *******


Cuidado com os olhares de quem não sabe lhe amar... eles costumam lhe fazer esquecer que você vale à pena...
(Pe. Fábio de Melo)

terça-feira, 7 de abril de 2009

A Amizade


Quando verdadeira, este sentimento tão nobre,

É envolvente quanto o ar que respiramos,

Ele não ajusta qual a uma peça de um sistema qualquer,

ou da mesma forma que a pupila obedece automaticamente

a intensidade de luz que nela é projetada.

É como a raríssima flor que nasce num solo árido

e depois, sem nenhuma recompensa,

oferece a singularidade de seu perfume,

Ao vento inquieto,

Ao viajante apressado...

Aos amantes apaixonados...

A amizade...

Este substantivo fecundo que ladeia a alma

e o coração dos seres humanos

não surge apenas pela confiança...

É infinitamente mais doce que o melhor dos vinhos...

Se verdadeira não se limita entre fronteiras,

É carinho e sorriso no olhar,

É presença para todos os momentos,

O calor nas palavras que superam uma carência,

É estar sempre com as mãos estendidas,

Amizade é poder abraçar,

Ter amizade é o prazer de ouvir:

Obrigado por você existir!

Te amo...

A saudade eterniza a presença ...

A saudade eterniza a presença de quem se foi. Com o tempo esta dor se aquieta, se transforma em silêncio que espera, pelos braços da vida um dia reencontrar.


Pe. Fabio de Melo

Sequestro da subjetividade




'O desafio de ser pessoa'. O termo 'pessoa' sempre foi muito usado, principalmente pelos gregos. 'Pessoa', no contexto grego, significa a máscara que o ator usava para interpretar no teatro.

Eu tenho que ser eu. Uma pessoa só pode ser pessoa, se ela é dona de si. Nós temos que tomar posse do que somos. Quantas coisas você possui e ainda não tomou posse? O amor é a capacidade de descobrir no outro o que ele ainda não viu que tem. É como se você tivesse uma grande propriedade e não tivesse a capacidade de andar por ela para demarcá-la, e não a conhece na totalidade. Mas aos poucos vai sendo dono daquilo que já é seu.

Ser pessoa é ser dono de você mesmo, e saber lidar com seu jeito de ser, de amar, de sentir, de pensar, de ter suas limitações e saber o que você pode. Quantas vezes você se dispôs a ser o que não era, dizendo 'sim' onde era para dizer 'não'? Você não teve consciência do que não podia. É o que Jesus sempre fez com as pessoas. Fazendo-as tomarem posse do próprio território, de si mesmas. 'Eu sou dono de mim, e não abro mão'.

Quem é o 'prefeito' de sua 'cidade'? Tenha coragem de dizer aos inimigos: 'Aqui nesta cidade tem prefeito (eu), e aqui não tem lugar para os bandidos. Eu não abro mão do meu território'. E é aqui que Deus trabalha em nós para celebrar a Eucaristia, é para Deus que nos entregamos de novo. Eu sou pessoa, e me recebo de Deus o tempo todo. E Ele diz: "Cuide do que você é. Você não tem o direito de deixar as pessoas lhe roubar". E tem pessoas que te 'devolvem'. A experiência com Deus sempre diz: "Eu lhe devolvo".

Não tenha preguiça de conhecer seu 'território' e saber quem você é realmente. O total desconhecimento de si, não pode acontecer. A pessoa que não é 'pessoa', não tem assunto e sabe tudo o que acontece na vida do outro, mas não sabe de si mesma.

As pessoas que vivem preocupadas com as novelas da vida, se desgastam com pessoas que nem conhecem. Não é fácil compreender o território humano. Se investigar e conhecer o 'porquê' de algumas reações, o 'porquê' aquela raiva foi tão grande naquela hora, o 'porquê' eu explodi com aquela pessoa... É descobrir o 'porque' do afeto que tenho dentro de mim. Você deixa de ser explosiva demais quando toma posse do que é. Tudo isso porque você está em processo de construção. Deveríamos estar com placas dizendo: 'Estamos em obra, cuidado!' É o seu processo de 'feitura' de ser pessoa.

'Não tenha preguiça de conhecer seu ‘território’ e saber quem você é realmente'

Enquanto você viver haverá partes deste 'território' para conhecer. Tantas coisas nos foram entregues, mas se elas não vêm à tona, e nem as investigarmos, tudo o que temos dentro de nós fica sem uso. Quanta coisa preciosa você tem dentro de você e não sabe por quê fica só na superficialidade do conhecimento de si? Quando é que você sabe que uma pessoa se ama? Você só sabe que ela se ama quando ela se cuida, quando tem disciplina.

Que você não morra com seus valores ‘engavetados’, pois Deus lhe dá talentos para que você os use, e não para deixar guardado.

'Eu sou um dom de Deus'. Todos os dias há alguma coisa para você ir atrás e descobrir. Você se recebe de Deus, Ele que me deu esta obra todos os dias. Temos que ser bom naquilo que a gente faz para nos colocarmos à serviço dos que necessitam. Uma pessoa só é pessoa quando se disponibiliza aos outros. Aquilo que recebo de Deus coloco à disposição dos outros. E nisso temos a integração de uma personalidade saudável.

Ser pessoa não é só contemplar o que sou e tenho de melhor, mas ser pessoa é descobrir e cultivar o que tenho de melhor para que outros sejam beneficiados. Como Jesus fazia o tempo todo em sua capacidade de se doar e ensinar, é preciso se doar também. É necessário tomar cuidado para outra pessoa não tomar posse do que você é, pois a partir daí você não terá mais domínio sobre o que é seu. Se não sou capaz de tomar conta de mim, perco meus talentos e não me possuo mais. Quantas vezes você foi machucado nesta vida e pessoas lhe roubaram? Quando não me possuo, tenho dificuldade de ser para o outro, e corro o risco de não ser o que devo ser.

Estabeleça o seu limite. Seja firme!

Padre Fábio de Melo

terça-feira, 31 de março de 2009

VAMOS VIAJAR 19/04/2009


Contato: SOL, Email: sollua5@hotmail.com
no meu orkut: http://www.orkut.com.br/Main#Profile.aspx?uid=16830212006782414262

Ou Pelo Fone: (83) 8701 - 6898

Um Paraiso ao seus olhos.. então vamos?
Resevas Limitadas.

Espero todos vocês..

DIA 19/04/2009 - DOMINGO!
COM SAIDA PREVISTA PARA ÁS 8:00h e A VOLTA PARA ÁS 17:00h.

VAMOS VIAJAR? EXCURSÃO PARA PRAIA DE CALHETAS..19/04/2009

VEM CONOSCO GALERA...SERÁ LINDO E RELAXANTE

Pe.Fábio de Melo se emociona ao falar com a mãe

segunda-feira, 30 de março de 2009

O Sabor da Laranja


O que da vida não se descreve...Eu me recordo daquele dia. O professor de redação me desafiou a descrever o sabor da laranja. Era dia de prova e o desafio valeria como avaliação final. Eu fiquei paralisado por um bom tempo, sem que nada fosse registrado no papel. Tudo o que eu sabia sobre o gosto da laranja não podia ser traduzido para o universo das palavras. Era um sabor sem saber, como se o aprimorado do gosto não pertencesse ao tortuoso discurso da epistemologia e suas definições tão exatas. Diante da página em branco eu visitava minhas lembranças felizes, quando na mais tenra infância eu via meu pai chegar em sua bicicleta Monark, trazendo na garupa um imenso saco de laranjas. A cena era tão concreta dentro de mim, que eu podia sentir a felicidade em seu odor cítrico e nuanças alaranjadas. A vida feliz, parte miúda de um tempo imenso; alegrias alojadas em gomos caudalosos, abraçados como se fossem grandes amigos, filhos gerados em movimento único de nascer. Tudo era meu; tudo já era sabido, porque já sentido. Mas como transpor esta distância entre o que sei, porque senti, para o que ainda não sei dizer do que já senti? Como falar do sabor da laranja, mas sem com ele ser injusto, tornando-o menor, esmagando-o, reduzindo-o ao bagaço de minha parca literatura?Não hesitei. Na imensa folha em branco registrei uma única frase. "Sobre o sabor eu não sei dizer. Eu só sei sentir!"Eu nunca mais pude esquecer aquele dia. A experiência foi reveladora. Eu gosto de laranja, mas até hoje ainda me sinto inapto para descrever o seu gosto. O que dele experimento pertence à ordem das coisas inatingíveis. Metafísica dos sabores? Pode ser...O interessante é que a laranja se desdobra em inúmeras realidades. Vez em quando, eu me pego diante da vida sofrendo a mesma angústia daquele dia. O que posso falar sobre o que sinto? Qual é a palavra que pode alcançar, de maneira eficaz, a natureza metafísica dos meus afetos? O que posso responder ao terapeuta, no momento em que me pede para descrever o que estou sentindo? Há palavras que possam alcançar as raízes de nossas angústias?Não sei. Prefiro permanecer no silêncio da contemplação. É sacral o que sinto, assim como também está revestido de sacralidade o sabor que experimento. Sabores e saberes são rimas preciosas, mas não são realidades que sobrevivem à superfície. Querer a profundidade das coisas é um jeito sábio de resolver os conflitos. Muitos sofrimentos nascem e são alimentados a partir de perguntas idiotas. Quero aprender a perguntar menos. Eu espero ansioso por este dia. Quero descobrir a graça de sorrir diante de tudo o que ainda não sei. Quero que a matriz de minhas alegrias seja o que da vida não se descreve...Fabio de melo - © 2003/2008 - todos os direitos reservados

Terço da misericórdia


Terço da misericórdia
A+A-
Aprenda a rezar o terço da misericórdia:
Pai-Nosso...
Ave-Maria...
Creio...
Nas contas do Pai-Nosso, reza-se:
Eterno Pai, eu Vos ofereço o Corpo e Sangue, Alma e Divindade de Vosso diletíssimo Filho, Nosso Senhor Jesus Cristo, em expiação dos nossos pecados e do mundo inteiro.
Nas contas das Ave-Marias, reza-se:
Pela Sua dolorosa Paixão, tende misericórdia de nós e do mundo inteiro. (10 vezes)
Ao final do terço, reza-se:
Deus Santo, Deus Forte, Deus Imortal, tende piedade de nós e do mundo inteiro.
Reze a novena à Divina Misericórdia

Este terço foi ensinado durante uma visão que Irmã Faustina teve em 13 de setembro de 1935:
"Eu vi um anjo, o executor da cólera de Deus... a ponto de atingir a terra ... Eu comecei a implorar intensamente a Deus pelo mundo, com palavras que ouvia interiormente. À medida em que assim rezava, vi que o anjo ficava desamparado, e não mais podia executar a justa punição..."
No dia seguinte, uma voz interior lhe ensinou essa oração nas contas do rosário.
Mais tarde, Jesus disse a Irmã Faustina:
"Pela recitação desse Terço agrada-me dar tudo que Me pedem. Quando o recitarem os pecadores empedernidos, encherei suas almas de paz, e a hora da morte deles será feliz. Escreve isto para as almas atribuladas: Quando a alma vê e reconhece a gravidade dos seus pecados, quando se desvenda diante dos seus olhos todo o abismo da miséria em que mergulhou, que não desespere, mas se lance com confiança nos braços da minha Misericórdia, como uma criança nos braços da mãe querida. Estas almas têm sobre meu Coração misericordioso um direito de precedência. Dize que nenhuma alma que tenha recorrido a minha Misericórdia se decepcionou nem experimentou vexame..."
"....Quando rezarem este Terço junto aos agonizantes, Eu me colocarei entre o Pai e a alma agonizante, não como justo Juiz, mas como Salvador misericordioso".

Padre Fabio

Padre fábio em Caruaru Pe
Durante o Show Vida em 08/03/2009